Imóveis prontos para morar com descontos de até 45%

Mais de mil unidades estão em oferta pelas empresas, que querem liquidar o estoque no Estado para iniciar nova fase de lançamentos

23/09/2019

Com poucas unidades em estoque, as construtoras realizam uma liquidação de imóveis prontos no Estado, com descontos de até 45%, para iniciar a retomada dos lançamentos.

Segundo o diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon.ES), João Roncetti, são mais de mil propriedades prontas em oferta no Estado

 

Uma das empresas com ofertas é a Lorenge, que reduziu em até 45% os preços. Ao todo são 120 unidades em promoção. Entre elas, há apartamentos de três e quatro quartos no edifício Bella Augusta Residence, no Alto Dona Augusta em Cariacica, com preços de RS 460mil para R$ 320 mil (referente à unidade 603).

 

O gerente comercial Samir Ginaid frisou que a empresa está aproveitando o reaquecimento do mercado imobiliário. Também há imóveis fora da Grande Vitória. A unidade 603 do Villaggio Aracruz no bairro Jequitibá, que custava R$354.239,05 sai por R$ 200 mil.

A Grand, por exemplo, está com descontos em dois empreendimentos prontos para morar na Praia de Itaparica, em Vila Velha. No edifício Meliá, há unidades de dois quartos de RS 411.416 por RS 319.900 e três de RS 476.473 por R$ 379.900.

 

No Vernazza Residenziale, o preço da unidade 103 cai de R$ 604.521 para R$ 529.900.

 

Em Jardim Camburi, a Morar está oferecendo um abatimento de RS 291mil na unidade 303 do edifício Mirador de: R$ 1,390 milhão para RS 1,099 milhão.

 

A Kemp Engenharia está apostando na oferta imóveis no edifício ilha de  Vera de Cruz, em Vera Cruz, Cariacica. A unidade de dois quartos com suíte está saindo por R$ 234.900 (unidade 1006). O preço

desconto era R$ 287.436,18.

 

Já a Proeng traz o Monteiro de Lemos Proeng Home para sua promoção. O edifício, localizado na Praia do Cant,. em Vitória, oferece na unidade três dormitórios um desconto de RS 126mil. O valor do apartamento 301 foi de R$ 1.125 milhão para R$ 999 mil.

 

Segundo Sandro Carlesso. presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário no Espírito Santo (Ademi-ES), este é o melhor momento para comprar um imóvel. "Com a Selic em queda, a compra fica mais atrativa", avaliou.